Aumento Bolsa Família 2018

Aumento Bolsa Família 2018 – O bolsa família é um programa criado em 2003 pelo Governo Federal, por meio da secretária de combate à fome e pobreza, com o objetivo de beneficiar de maneira direta as famílias que se encontram em extrema pobreza.

O programa já ajudou milhões de brasileiros e continua ajudando outros tantos. E se você quer saber tudo sobre o aumento do Bolsa Família 2018 nesse artigo você irá tirar as suas dúvidas.

Bolsa Família 2018

O Bolsa Família em 2018 continua com o objetivo de ser uma renda complementar para as famílias que se encontram na linha da pobreza, auxiliando assim que elas consigam completar a renda da família, possibilitando uma vida digna, além de auxiliar na educação de crianças e jovens em idade escolar.

Para participar do Bolsa Família 2018 é preciso atender a alguns requisitos, como ter renda familiar por pessoa de até meio salário mínimo vigente no ano, crianças e jovens menores de 18 anos devem estar matriculados e regulares em escolas, além de outros requisitos específicos, como a comprovação de carência, que pode ser atestado por um assistente social.

Aumento Bolsa Família 2018

Veja:

 Calendário Bolsa Família 2018

O benefício do Bolsa Família é depositado todos os meses na conta do titular, e deve ser sacado em uma unidade da Caixa Econômica Federal com o cartão cidadão e a identidade. O valor fica disponível por três meses, após esse período ele retorna aos cofres do Governo e a família pode até mesmo perder o direito a receber o Bolsa Família.

Os beneficiários poderão sacar o Bolsa Família 2018 de acordo com o calendário abaixo.

 

Aumento Bolsa Família 2018, reajustes

Muito se especula sobre o futuro do Bolsa Família em 2018, uma vez que em 2017 o benefício teve reajuste em julho, antes disso o último aumento do programa tinha sido em 2015, quando aumentou cerca de 10% passando de R$ 60 reais por pessoa da família para R$ 67 reais.

Mas para que está preocupado com o Bolsa Família 2018 a estimativa é que o programa volte a aumentar como nos anos anteriores, é estimado que o programa tenha um reajuste de 12% esse ano. O intuito do benefício é ajudar as famílias que se encontram em extrema pobreza e possam assim ter uma vida digna e estudos.

Para receber o Bolsa Família é necessário comprovar que atende aos requisitos do programa, e quando não se enquadrar mais deve comunicar a secretária de assistência social, para que seja retirado do programa.

Deixe um comentário