Quem tem direito ao Bolsa Família

Muitos ainda têm dúvidas de quem tem direito ao bolsa família. Esse é um dos mais importantes programas do Governo Federal, ele foi criado em 2003 com o objetivo de auxiliar financeiramente as famílias que se encontram em estado de extrema pobreza.

Milhões de brasileiros já foram beneficiados com o programa e por causa dele conseguiram ter uma vida mais digna e concluir estudos. Para receber o auxílio todos os meses é preciso estar dentro de alguns requisitos impostos pelo Governo Federal.

Se você quer saber quem tem direito ao Bolsa Família e como fazer para participar do programa, nesse artigo explicamos tudo. Continue lendo!

Quem tem direto ao Bolsa Família

O Bolsa Família beneficia mais de 13 milhões de famílias no Brasil, o intuito do programa é auxiliar as famílias em situação de extrema pobreza a ter direito à alimentação e acesso digno a saúde e a educação.

Para participar do programa as famílias precisam estar dentro dos critérios estabelecidos, como de renda e que as crianças e adolescentes esteja devidamente matriculado e frequentando a escola.

As famílias que tem direito ao Bolsa Família são aquelas consideradas extremamente pobres, ou seja, que a renda mensal seja de até R$ 85 reais por pessoa da família, e as famílias pobres, que são aquelas que tem a renda do mês entre R$ 85,01 reais e R$ 170 reais.

As famílias que são consideradas pobres tem direito ao bolsa família desde que no núcleo familiar possua crianças, adolescentes ou gestantes.

Veja também:

Quem tem direito ao Bolsa Família

Como se inscrever no Bolsa Família

Para ter direito ao Bolsa Família é preciso que seja feito o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, conhecido como CadÚnico, esse cadastro é realizado na secretaria de assistência social do município, e ele deve ser atualizado com frequência para comprovar que a família ainda precisa do benefício.

Um responsável pela família, deve levar os documentos para o cadastramento e análise, lembrando que o responsável deve ser maior de idade, é necessário apresentar o CPF e o título de eleitor do responsável, e os documentos pessoais de cada pessoa que compõe o núcleo familiar, além do comprovante de renda para comprovar que está dentro das faixas salariais que são impostas pelo programa.

Mesmo após o CadÚnico não significa que a família será incluída no benefício, uma vez que o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, por meio de um sistema automatizado, realiza a seleção das famílias que vão ser beneficiadas, de acordo com os documentos que são entregues no momento do cadastro.

Esse artigo foi útil? Compartilhe com seus amigos.

Ficou com dúvidas sobre quem tem direito ao bolsa família? Deixe nos comentários.

Se gostou, vote!

Deixe um comentário